HORA DO EVANGELHO NO LAR – Capítulo III – itens 3 a 5 – Diversas Categorias de Mundos Habitados – 17/7/2017.

Hora do Evangelho no Lar – Cap. III – itens 1 e 2 – Diferentes Estados de Alma na Erraticidade – 10/7/2017
10/07/2017

HORA DO EVANGELHO NO LAR – Capítulo III – itens 3 a 5 – Diversas Categorias de Mundos Habitados – 17/7/2017.

Deus povoou os mundos de seres vivos, e todos concorrem para o objetivo final da Providência. Acreditar que os seres vivos estejam limitados apenas ao ponto que habitamos no Universo seria pôr em dúvida a sabedoria de Deus…” 

(Comentário de Allan Kardec, em O Livro dos Espíritos – questão 55)

 

PRECE

Queridos irmãos, que a Paz de Jesus envolva a todos neste momento. Vamos orar.

Senhor Jesus, Mestre Divino!

Que a Tua Luz se faça em nossos caminhos;

Que o Teu Amor nos sustente em nossa jornada;

Que a Tua Paz conduza os nossos passos;

E a Tua Bênção, em tudo, nos resguarde;

Serve-Te, Senhor, de nossas pobres mãos, para espalhares no mundo as flores de tua Bondade e do Teu Carinho, hoje e para todo o sempre.

E assim Mestre Amado, em Teu Nome, com Tua proteção e amparo e, em Nome de Francisco de Assis, iniciamos nosso estudo de hoje.

Sê conosco Senhor agora e sempre, que assim seja.

 

MENSAGEM INICIAL


Pluralidade dos mundos habitados

 

Enquanto o homem se encaminha para a Lua, estudando-a de perto, comove-nos pensar que a Doutrina Espírita se referia à pluralidade dos mundos habitados, precisamente há mais de um século.

Acresce notar, ainda, que os veneráveis orientadores da Nova Revelação, guiando o pensamento de Allan Kardec, fizeram-no escrever a sábia declaração: “Deus povoou de seres vivos todos os mundos, concorrendo esses seres ao objetivo final da Providência.”

Sabemos hoje que moramos na Via Láctea — a galáxia comparável a imensa cidade nos domínios universais.

Essa cidade possui mais de duzentos milhões de sóis, transportando consigo planetas, asteroides, cometas, meteoros, aluviões de poeira e toda uma infinidade de turbilhões energéticos.

Entre esses sóis está o nosso, modestíssimo foco de luz, considerando-se que Sirius, um de seus vizinhos, apresenta brilho quarenta vezes maior. E, acompanhando-o, a nossa Terra, com todo o cortejo de suas orgulhosas nações, tem a importância de uma “casa nos fundos”, visto que, se a Lua é satélite nosso, o Globo que nos asila é satélite pequenino desse mesmo Sol que nos sustenta.

Viajando a luz com a velocidade de trezentos mil quilômetros por segundo, gasta milhares de anos para atravessar, de um ponto a outro, o continente galáctico em que residimos.

Mas os espelhos telescópicos do homem já conseguem assinalar a existência de milhões e milhões de outras galáxias, mais ou menos semelhantes à nossa, a se espraiarem na vastidão do Universo.

Até agora, neste breve lembrete, nos reportamos simplesmente, ao campo físico observável pelos homens encarnados, atreitos, como é natural, ao raio reduzido da percepção que lhes é própria, sem nos referirmos às esferas espirituais mais complexas que rodeiam cada planeta, quanto cada sistema.

Nesse critério, vamos facilmente encontrar, em todos os círculos cósmicos, os seres vivos da asserção de Kardec, embora a instrumentação do homem não os divise a todos.

Eles se desenvolvem através de inimagináveis graus evolutivos, cabendo-nos reconhecer que, em aludindo à pluralidade dos mundos habitados, não se deverá olvidar a gama infinita das vibrações e os estados múltiplos da matéria.

Temos, assim, no Espaço Incomensurável, mundos-berços e mundos-experiências, mundos-universidades e mundos-templos, mundos-oficinas e mundos-reformatórios, mundos-hospitais e mundos-prisões.

Saudamos, pois, o advento da nova era, em que o homem físico, valendo-se principalmente do rádio e do radar, do foguete e do cérebro eletrônico, pode incursionar além da Lua, auscultando, em regime de limitação.

É compreensível, as faixas de matéria em que psiquicamente se entrosa.

E desejando-lhe paz, a fim de que prossiga em suas arrojadas e preciosas perquirições, podemos assegurar que em todos os planos a consciência acordada à luz da razão e da responsabilidade surpreenderá sempre, por base de todo aperfeiçoamento moral, o preceito do Cristo que coloca “o amor a Deus e ao próximo” como sendo o coração da vida, pulsando, invariável, no peito da Justiça Divina que manda, em toda parte, conferir a cada um segundo as próprias obras.

 

XAVIER, Francisco Cândido. RELIGIÃO DOS ESPÍRITOS. Pelo Espírito Emmanuel. FEB.

 

 

LEITURA DO EVANGELHO

Capítulo III – HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI

Diversas Categorias de Mundos Habitados – itens 3 a 5.

 

3 – Do ensinamento dado pelos Espíritos, resulta que os diversos mundos possuem condições muito diferentes uns dos outros, quanto ao grau de adiantamento ou de inferioridade dos seus habitantes. Dentre eles, há os que são ainda inferiores à Terra, física e moralmente. Outros estão no mesmo grau, e outros lhe são mais ou menos superiores, em todos os sentidos. Nos mundos inferiores a existência é toda material, as paixões reinam soberanas, a vida moral quase não existe. À medida que está se desenvolve, a influência da matéria diminui, de maneira que, nos mundos mais avançados, a vida é por assim dizer toda espiritual.

4 – Nos mundos intermediários, o bem e o mal se misturam, e um predomina sobre o outro, segundo o grau de adiantamento em que se encontrarem. Embora não possamos fazer uma classificação absoluta dos diversos mundos, podemos, pelo menos, considerando o seu estado e o seu destino, com base nos seus aspectos mais destacados, dividi-los assim, de um modo geral: mundos primitivos, onde se verificam as primeiras encarnações da alma humana; mundos de expiação e de provas, em que o mal predomina; mundos regeneradores, onde as almas que ainda têm o que expiar adquirem novas forças, repousando das fadigas da luta; mundos felizes, onde o bem supera o mal; mundos celestes ou divinos, morada dos Espíritos purificados, onde o bem reina sem mistura. A Terra pertence à categoria dos mundos de expiações e de provas, e é por isso que nela está exposto a tantas misérias.

5 – Os Espíritos encarnados num mundo não estão ligados a ele indefinidamente, e não passam nesse mundo por todas as fases do progresso que devem realizar, para chegar à perfeição. Quando atingem o grau de adiantamento necessário, passam para outro mundo mais adiantado, e assim sucessivamente, até chegarem ao estado de Espíritos puros. Os mundos são as estações em que eles encontram os elementos de progresso proporcionais ao seu adiantamento. É para eles uma recompensa passarem a um mundo de ordem mais elevada, como é um castigo prolongarem sua permanência num mundo infeliz, ou serem relegados a um mundo ainda mais infeliz, por se haverem obstinado no mal.

REFLEXÕES: Segundo os ensinamentos dos espíritos, os mundos se apresentam muito diferentes uns dos outros, tanto física como moralmente, de acordo com o grau de evolução de seus habitantes. Kardec, através dos estudos dos relatos de muitos espíritos, de diferentes graus evolutivos, fez uma classificação dos mundos habitados, classificação relativa em comparação com a Terra, pois aprendeu que há mundos mais atrasados e outros mais adiantados do que o que habitamos. Assim, Kardec aprendeu que existem mundos inferiores, intermediários e superiores, havendo, em cada tipo, diversos graus de diferenciação evolutiva. A encarnação nos diferentes mundos obedece a um critério de progresso moral. Quando em um mundo, os Espíritos hão realizado a soma de progresso que o estado desse mundo comporta, deixam-no para encarnar em outro mais adiantado, onde adquirem novos conhecimentos. Os Espíritos que encarnam em um mundo não se acham a ele presos indefinidamente. A escala grandiosa dos mundos tem inúmeros graus, dispostos para a ascensão progressiva das almas, que os devem transpor, cada um por sua vez. O melhor é sabermos que viver em um mundo superior não é privilégio dos eleitos, mas sim, destino de todos nós, assim que nos purificarmos pelo trabalho e serviço ao próximo. Vivenciando, deste modo, aquele mandamento de Jesus, quando disse: “Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós.”  Pensemos nisto!

Para complementação do estudo, ver LE – capítulo III – questões 55 a 58.

PRECE E VIBRAÇÕES –

 “Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia.” [Emmanuel / Chico Xavier]

 E assim, unidos em pensamentos e sentimentos, com o coração repleto de gratidão a Deus e a Jesus, vamos vibrar nossos melhores sentimentos por todos os irmãos que encontram-se mais necessitados do que nós, encarnados e desencarnados, jovens e idosos, doentes do corpo e d’alma, desempregados, que passam por momentos de dores e depressão, de aflições e de separações.

Mestre Jesus, que todos recebam o amparo que necessitam, o bálsamo, o lenitivo para suas dores, que sejam envolvidos em doces vibrações de paz, de harmonia, de serenidade, de sustentação e proteção para que sintam-se confortados e seus problemas amenizados. Que nossas vibrações amorosas cheguem a cada um deles.

Estenda Senhor, Tuas Mãos Misericordiosas sobre todos nós, renovando nossas energias e infundindo a todos ânimo, perseverança e fé, para combatermos em nós as imperfeições que ainda trazemos e assim, nos aproximarmos, cada vez mais, de nossos irmãos de caminhada.

Que possamos ter comportamentos adequado, sustentados pelos teus ensinamentos e que sejamos sempre amparados e protegidos pelos nossos benfeitores espirituais em nossa caminhada rumo a evolução.

E assim Senhor, agradecidos e com nosso ambiente tranquilo, rogamos a permissão para que nossas águas sejam fluidificadas, que nelas possam ser depositados os fluidos necessários para nossa saúde física, mental e espiritual, para revigoramos nossa saúde e termos força e coragem para nossa transformação moral e espiritual, para que possamos viver sempre em harmonia com tudo e com todos e assim, podermos dizer, ao fim de cada dia: Hoje fiz obra útil, me superei, obtive alguma vantagem sobre minhas imperfeições, esclareci e consolei meus irmãos, trabalhei para me tornar uma pessoa melhor; tenho vivenciado os Teus Ensinamentos.

Que assim seja!!!

 

 

PAZ E LUZ!!!

 

Deixe uma resposta