Hora do Evangelho no Lar – Cap. II – item 8 – Instruções dos Espíritos: Uma Realeza Terrena – 03/7/2017

Hora do Evangelho no Lar -Cap. II – item 5 – O Ponto de Vista – 26/6/2017
26/06/2017
Hora do Evangelho no Lar – Cap. III – itens 1 e 2 – Diferentes Estados de Alma na Erraticidade – 10/7/2017
10/07/2017

Hora do Evangelho no Lar – Cap. II – item 8 – Instruções dos Espíritos: Uma Realeza Terrena – 03/7/2017

Meu reino não é deste mundo

…Para preparar um lugar nesse reino são necessárias a abnegação, a humildade, 

a caridade, a benevolência para com todos.…” (ESE – Cap. II – item 8).

 
PRECE

Queridos irmãos…que a Paz de Jesus nos envolva e nos ampare, nos abençoe e nos ilumine neste nosso encontro de corações. Vamos orar:

Agradecidos por mais esta oportunidade de aprendizado, vamos elevando nossos pensamentos ao nosso Amado e Querido Pai, rogando que nos fortaleça em nossa caminhada evolutiva e que permita entre nós a presença de nossos Benfeitores Espirituais a fim de nos auxiliar o entendimento para podermos aprender um pouco mais sobre as divinas leis.
Pai, envolva a todos nós que  aqui nos encontramos, iluminando-nos com a luz do saber, do discernimento e da fraternidade; que nosso aprendizado de hoje converta-se em ações no nosso dia a dia. Auxilia-nos, Senhor, a sermos merecedores do Teu Amor, que Tua Divina presença em nossos lares seja sempre a força do amparo, da proteção e da coragem que necessitamos para aprendermos, evoluindo sempre. Seja, Senhor, sempre nossa fonte de inspiração.

E assim, em Teu Nome e em Nome de nosso Mestre Jesus e dos Benfeitores responsáveis por esta tarefa de amor, iniciamos mais um Estudo do Evangelho.
Que assim seja.

 

MENSAGEM INICIAL

NAS SENDAS DO MUNDO

        

Deus que nos auxilia sempre nos permite possuir, para que aprendamos também a auxiliar.

Habitualmente, atraímos a riqueza e supomos detê-la para sempre, adornados com as facilidades que o ouro proporciona…Um dia, porém, nas fronteiras da morte, somos despojados de todas as posses exteriores e se algo nos fica será simplesmente a plantação das migalhas de amor que houvermos distribuído, creditadas em nosso nome pela alegria, ainda mesmo precária e momentânea, daqueles que nos fizeram a bondade de recebê-las.

 

Via de regra, amontoamos títulos de poder e admitimo-nos donos deles, enfeitando- nos com as vantagens que a influência prodigaliza…Um dia, porém, nas fronteiras da morte, somos despojados de todas as primazias de convenção e se algo fica será simplesmente o saldo dos pequenos favores que houvermos articulado, mantidos em nosso nome pelo alívio, ainda mesmo insignificante e despercebido, daqueles que nos fizeram a gentileza de aceitar-nos os impulsos fraternos.

 

Geralmente repetimos frases santificantes, crendo-as definitivamente incorporadas ao nosso patrimônio espiritual, ornando-nos com o prestigio que a frase brilhante atribui…Um dia, porém, nas fronteiras da morte, somos despojados de todas as ilusões e se algo nos fica será simplesmente a estreita coleção dos benefícios que houvermos feito, assinalados em nosso nome pelo conforto, ainda mesmo ligeiro e desconhecido, daqueles que nos deram oportunidade a singelos ensaios de elevação.

 

Serve onde estiveres e como puderes, nos moldes da consciência tranquila.

Caridade não é tão-somente a divina virtude, é também o sistema contábil.do Universo, que nos permite a felicidade de auxiliar para sermos auxiliados.

Um dia, nas alfândegas da morte, toda a bagagem daquilo de que não necessites ser-te-á confiscada, entretanto, as Leis Divinas determinarão recolhas, com avultados juros de alegria, tudo o que destes do que és, do que fazes, do que sabes e do que tens, em socorro dos outros, transfigurando-te as concessões em valores eternos da alma, que te assegurarão amplos recursos aquisitivos no Plano Espiritual.

Não digas, assim, que a propriedade não existe ou que não vale dispor disso ou daquilo.

Em verdade, devemos a Deus tudo o que temos, mas possuímos o que damos.

 

Da obra: Estude e Viva, de André Luiz/Chico Xavier e Waldo Vieira.

  

LEITURA DO EVANGELHO

Capítulo II – MEU REINO NÃO É DESTE MUNDO


Instruções dos Espíritos – Uma Realeza Terrena – item 8

 

UMA RAINHA DE FRANÇA

Havre, 1863

 

8 – Quem poderia, melhor do que eu, compreender a verdade destas palavras de Nosso Senhor: Meu reino não é deste mundo? O orgulho me perdeu sobre a Terra. Quem, pois, compreenderia o nada dos reinos do mundo, se eu não o compreendesse? O que foi que eu levei comigo, da minha realeza terrena? Nada, absolutamente nada. E como para tornar a lição mais terrível, ela não me acompanhou sequer até o túmulo! Rainha eu fui entre os homens, e rainha pensei chegar no Reino dos Céus. Mas que desilusão! E que humilhação, quando, em vez de ser ali recebida como soberana, tive de ver acima de mim, mas muito acima, homens que eu considerava pequeninos e os desprezava, por não terem nas veias um sangue nobre! Oh, só então compreendi a fatuidade dos homens e das grandezas que tão avidamente buscamos sobre a Terra!

Para preparar um lugar nesse reino são necessárias à abnegação, a humildade, a caridade, a benevolência para com todos. Não se pergunta o que fostes, que posição ocupastes, mas o bem que fizestes, as lágrimas que enxugastes.

Oh, Jesus! Disseste que teu reino não era deste mundo, porque é necessário sofrer para chegar ao Céu, e os degraus do trono não levam até lá. São os caminhos mais penosos da vida os que conduzem a ele. Procurai, pois o caminho através de espinhos e abrolhos e não por entre as flores!

Os homens correm atrás dos bens terrenos, como se os pudessem guardar para sempre. Mas aqui não há ilusões, e logo eles se apercebem de que conquistaram apenas sombras, desprezando os únicos bens sólidos e duráveis, os únicos que lhes podem abrir as portas dessa morada.

Tende piedade dos que não ganharam o Reino dos Céus. Ajudai-os com as vossas preces, porque a prece aproxima o homem do Altíssimo, é o traço de união entre o Céu e a Terra. Não o esqueçais!

 

REFLEXÕES: Chegamos ao final deste capítulo, em que Kardec estuda o ponto central dos ensinos de Jesus: a vida futura, que o espiritismo, através da mediunidade, veio comprovar. É uma comunicação que merece muita atenção e reflexão de nossa parte, visto que se não somos reis e rainhas, temos todavia, nossos pequeninos reinos, onde nos julgamos poderosos: “Aqui, mando eu!” São os nossos lares, na função de marido ,esposa, pais e mães, as posições sociais ou as profissionais de mais ou menos poder, etc. Como nos comportamos nestes casos?

A ex-rainha inicia dizendo que somente no plano espiritual compreendeu a verdade de Jesus nas palavras: Meu reino não é deste mundo. Pensava ela que seria recebida no reino dos céus, como rainha. Pensamento este coerente com o que se pensava naquela época. Surpreendeu-se pois, ao despertar no plano espiritual, não ter levado consigo a sua realeza e muito mais ainda ao ver, muito acima dela, homens a quem desprezara, por não terem sangue nobre. A rainha que veio nos contar a sua experiência após a morte, percebeu então, que Deus não privilegia nenhum dos seus filhos, dando a todos experiências, através da quais devem desenvolver-se. Percebeu que para penetrar no reino de Deus, somente as ações nobres em favor dos outros se constituem na chave que abre a porta desse reino de paz e felicidade.

 

PRECE E VIBRAÇÕES –

 

“Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia.” [Emmanuel / Chico Xavier]

 

 

Agradecendo a Jesus por mais este nosso encontro de corações, Vamos, com os pensamentos elevados, pedir que Ele nos abençoe e que fortaleça sempre nosso propósito de nos melhorarmos e caminharmos rumo a nossa Evolução Espiritual.
Com nossos pensamentos e sentimentos fortalecidos, harmonizados e elevados, vamos vibrando em favor de nossos irmãos.

Vamos vibrar pedindo a Jesus pela Paz Mundial e harmonia entre todos os povos; pelo nosso Brasil e por nossos governantes para que saibam manter a paz em nossa Pátria.

Vibremos por todos aqueles que sofrem, que se encontram enfermos da alma ou do corpo físico, pelos encarcerados, pelos órfãos, pelas casas de repouso, asilos e manicômios; pelas vítimas de conflitos, de guerras entre os povos.

Abençoa senhor àqueles que tentam se refugiar em busca de um lugar que os acolham e que lhes dê vida digna, direitos e paz.

Abençoe Senhor nossa Casa Espírita, que acolhe e reconforta a todos aqueles que veem em busca de um bálsamo para suas dores físicas e espirituais e a todos os seus trabalhadores.

Vibremos por todos os jovens e crianças para que sejam sempre protegidas de todos os males; por todos os lares da Terra, para que tenham sempre muita compreensão e amor entre os familiares.

Vamos vibrando com muito amor pelos nossos lares e por todos os nossos queridos, que a união, o entendimento e o amor estejam sempre presente.

Vibremos amorosamente por todos aqueles que ainda não nos compreendem e que se declaram nossos inimigos, que a Paz e o Amor de nosso Mestre Jesus os envolva sempre, proporcionando o equilíbrio de que tanto necessitam.

Vibremos por todos aqueles que estão sofrendo de solidão, de depressão, que estão desesperançados, que Jesus os envolva e os fortaleça hoje e sempre.

Neste momento rogamos a Jesus, que permita que os benfeitores que nos assistem, depositem em nossas águas os fluidos divinos para que através deles possamos adquirir força e coragem para as lutas de todos os dias, para nossa transformação moral e espiritual, para vivermos em harmonia com tudo e com todos, para nosso pronto restabelecimento e revitalização de nossa saúde física, espiritual e mental.
E assim, agradecemos nosso Mestre Jesus pela dedicação com que cuida, ampara e consola a todos nós, através de suas palavras tão cheias de verdade, profundidade e bondade!
Que o estudo de hoje seja refletido e aplicado em nossos dias, renovando nossa maneira de pensar, nossas atitudes… fazendo-nos mais compreensivos e fazendo-nos enxergar o mundo com mais amor, para que a morte física não nos surpreenda, para que possamos chegar ao mundo espiritual sabendo que tentamos com todas as nossas forças nos melhorarmos e praticarmos a caridade, que aproveitamos todo o tempo.
E assim, agradecidos, encerramos nossos estudos de hoje.
Que as vibrações amorosas de nosso Mestre Jesus permaneçam conosco no decorrer deste dia e que a Tua Paz esteja sempre presente em nossas vidas.
Que assim seja.

A todos nosso carinho e nossa gratidão.

Desejamos que tenham uma semana iluminada, repleta de bênçãos e alegrias.

Paz e Luz.

Deixe uma resposta