Hora do Evangelho no Lar – Cap. II – item 4 – A Realeza de Jesus – 19/6/2017

HORA DO EVANGELHO NO LAR – CAP. II – ITENS 01 A 03 – A VIDA FUTURA – 12/6/2017
12/06/2017
Hora do Evangelho no Lar -Cap. II – item 5 – O Ponto de Vista – 26/6/2017
26/06/2017

Hora do Evangelho no Lar – Cap. II – item 4 – A Realeza de Jesus – 19/6/2017

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” (João 14:16)

 

PRECE

Queridos irmãos, é com alegria no coração que iniciamos mais um estudo do Evangelho. Que a Paz de Jesus envolva a todos neste momento.

Mestre Jesus, que o estudo de hoje possa nos iluminar e nos fazer refletir com clareza sobre nossas ações de cada dia, lembrando-nos sempre que, cada gesto de amor que realizarmos em favor de nossos semelhantes é mais um passo na direção de nossa evolução espiritual.

Que possamos ser amparados e fortalecidos na fé e no amor. Obrigada Senhor, pelos ensinamentos que nos deixou, obrigada por mais este dia, por nossa família, pela oportunidade do estudo edificante e sobretudo, pela Tua Presença em nossas vidas.

E assim Mestre Jesus, em nome de Deus, nosso Pai e em Teu Nome, iniciamos nosso estudo do Teu Evangelho de Luz.

Sê conosco Senhor agora e sempre, que assim seja!

 

MENSAGEM INICIAL

Madeiros Secos

“Porque, se ao madeiro verde fazem isto, que se fará ao seco?” – Jesus. (LUCAS, capítulo 23, versículo 31.)

Jesus é a videira eterna, cheia de seiva divina, espalhando ramos fartos, perfumes consoladores e frutos substanciosos entre os homens, e o mundo não lhe ofereceu senão a cruz da flagelação e da morte infamante.

Desde milênios remotos é o Salvador, o puro por excelência.

Que não devemos esperar, por nossa vez, criaturas endividadas que somos, representando galhos ainda secos na árvore da vida?

Em cada experiência, necessitamos de processos novos no serviço de reparação e corrigenda.

Somos madeiros sem vida própria, que as paixões humanas inutilizaram, em sua fúria destruidora.

Os homens do campo metem a vara punitiva nos pessegueiros, quando suas frondes raquíticas não produzem. O efeito é benéfico e compensador.

O martírio do Cristo ultrapassou os limites de nossa imaginação. Como tronco sublime da vida, sofreu por desejar transmitir-nos sua seiva fecundante.

Como lenhos ressequidos, ao calor do mal, sofremos por necessidade, em favor de nós mesmos.

O mundo organizou a tragédia da cruz para o Mestre, por espírito de maldade e ingratidão; mas, nós outros, se temos cruzes na senda redentora, não é porque Deus seja rigoroso na execução de suas leis, mas por ser Amoroso Pai de nossas almas, cheio de sabedoria e compaixão nos processos educativos.

XAVIER, Francisco Cândido. Caminho, Verdade e Vida. Pelo Espírito Emmanuel. 28.ed. Brasília: FEB, 2009. Capítulo 82.

 LEITURA DO EVANGELHO

Capítulo II – MEU REINO NÃO É DESTE MUNDO

A Realeza de Jesus – item 4

4 – O reino de Jesus não é deste mundo. Isso todos compreendem. Mas sobre a Terra ele não terá também uma realeza? O título de rei nem sempre exige o exercício do poder temporal. Ele é dado, por consenso unânime, aos que, por seu gênio, se colocam em primeiro lugar em alguma atividade, dominando o seu século e influindo sobre o progresso da humanidade. É nesse sentido que se diz: o rei ou o príncipe dos filósofos, dos artistas, dos poetas, dos escritores, etc. Essa realeza, que nasce do mérito pessoal, consagrada pela posterioridade, não tem muitas vezes maior preponderância que a dos reis coroados? Ela é imperecível, enquanto a outra depende das circunstâncias; ela é sempre abençoada pelas gerações futuras, enquanto a outra é, às vezes, amaldiçoada. A realeza terrena acaba com a vida, mas a realeza moral continua a imperar, sobretudo, depois da morte. Sob esse aspecto, Jesus não é um rei mais poderoso que muitos potentados? Foi com razão, portanto, que ele disse a Pilatos: Eu sou rei, mas o meu reino não é deste mundo.

REFLEXÕES: A realeza de Jesus é a realeza moral, fruto da sua perfeição, do seu viver segundo as leis divinas, realeza que exerce o poder para sempre. Com autoridade portanto, de orientar, esclarecer, conduzir a humanidade na conquista dos valores inseridos pelo Pai na sua obra, na sua criação, com o determinismo divino de ser perfeito. Jesus, no seu viver, deu lições através da palavra, deu lições através das suas ações, testemunhando sempre as leis de Deus: a verdade possível de ser compreendida pelos habitantes da Terra…Para aprendê-la é necessário que o homem sinta e perceba a continuidade da vida além desta, material; reconheça-se filho de Deus, que se mostra nas suas obras; abra-se às verdades espirituais, percebendo um mundo muito mais amplo, cósmico na sua realidade existencial, no qual é um ser inteligente, imortal, desenvolvendo um imenso potencial intelectual e moral que lhe permitirá ser, um dia, sábio e feliz. Jesus é a autoridade maior na Terra, designado por Deus graças à perfeição conquistada, para dirigir a caminhada evolutiva da humanidade terrestre, orientando-a na sua libertação da ignorância e do apego à coisas materiais, a fim de transcender-se da condição de humano para a de angelitude. É nosso Irmão mais velho, nosso guia, nosso modelo e está tão acima de nós, que nos impossibilita qualificá-lo com qualquer título terreno.

 PRECE E VIBRAÇÕES –

 “Coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações e espera e confia.” [Emmanuel / Chico Xavier]

Senhor Jesus, neste momento em que elevamos nossos pensamentos e sentimentos até Vós, queremos pedir-te em favor de todos os doentes do corpo e da alma, que suas dores sejam suavizados e que possam ter o amparo de que tanto necessitam.

Rogamos Senhor, pelos que estão desequilibrados, em depressão, solitários em meio as suas dores, desconsolados e desamparados de si mesmos; que sejam envolvidos em muito amor.

Rogamos Senhor, por todos aqueles que se encontram envolvidos nos vícios, especialmente por nossos jovens e nossas crianças, futuro da humanidade.

Rogamos por nossos lares, nossos entes queridos, nossos amigos e aos que se dizem nossos inimigos, que todos sejam abençoados e envolvidos em muita Paz, sabendo que o perdão é a chave que nos liberta de todas as mágoas e de muitas tristezas.

Rogamos Mestre, proteção e amparo para nossa Casa Espírita, a todos os trabalhadores e aos assistidos. Que Teu amor nos envolva sempre.

Rogamos Mestre Jesus a Tua permissão para que, através dos benfeitores que nos assistem, sejam depositados em nossas águas os fluidos divinos para que através deles possamos adquirir força e coragem para as lutas de todos os dias, para nossa transformação moral e espiritual, para vivermos em paz e harmonia com tudo e com todos, para nosso pronto restabelecimento e revitalização de nossa saúde física, espiritual e mental.

E assim, vamos encerrando, agradecendo por todas as bênçãos recebidas e pela dedicação com que nos cuida, ampara e consola. Que possamos compreender que Tu, Mestre Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida, que o único caminho para Deus é através dos Teus Ensinamentos de Luz.

Que Tuas vibrações amorosas, Mestre, permaneçam conosco no decorrer deste dia e que a Tua Paz nos envolva sempre.

Que assim seja!

UMA ABENÇOADA SEMANA PARA TODOS!!!
COM NOSSO CARINHO.

Deixe uma resposta