DESAATT

DESAATT (DEPARTAMENTO DE SOCORRO E AMPARO AOS ALCOOLISTAS, TABAGISTAS E TOXICÔMANOS)

TRABALHANDO NA RECUPERAÇÃO DE ADICTOS E NO FORTALECIMENTO DE FAMILIARES

 O DESAATT, um dos departamentos do Centro Espírita Francisco de Assis (São José do Rio Preto),  exerce, há 16 anos, um trabalho voltado ao atendimento e auxílio na recuperação de adictos (usuários) de drogas lícitas (cigarro e álcool) e drogas ilícitas (maconha, cocaína, crack e outras), além do atendimento a familiares dos adictos, com o propósito de fortalecê-los, de passar orientações básicas no sentido de saber como lidar com tal situação evitando a co-dependência, e, ao mesmo tempo, reunindo forças e conhecimento para ajudar na recuperação daqueles entes queridos que enveredaram pelo caminho tortuoso das adicções.

Muito embora, seja esse o objetivo principal (trabalhar na recuperação dos adictos de drogas lícitas e ilícitas e no fortalecimento e orientação dos familiares, o Desaatt também proporciona atendimento à pessoas com outros tipos de adicção, como por exemplo: compulsão por jogos de azar, por compras, alimentação excessiva, bem como, situações relacionadas a desequilíbrio emocional, familiar, depressão e outros.

As reuniões acontecem toda segunda-feira, das 20,00 às 21,45 hs., nas dependências do CEFA (Centro Espírita Francisco de Assis), iniciando-se os trabalhos com uma palestra.  Em seguida, as pessoas recebem o “passe magnético”, sendo posteriormente conduzidas às respectivas salas.

Nas salas é desenvolvida a metodologia dos 12 princípios (adaptados à doutrina espírita).  Como se trata de um trabalho em grupo (grupo de apoio), todos têm a oportunidade de falar, de se expressar, colocando para o grupo as dificuldades encontradas no sentido de vencer as adicções (no caso dos usuários) e a co-dependência (no caso dos familiares).

Aspecto que se tornou de fundamental importância, entendimento e aceitação por parte dos assistidos, é o trabalho complementar desenvolvido no sentido de despertar e incentivar em cada um que aqui vem, a necessidade de mudanças profundas, da recuperação da auto-estima, da transformação pessoal, com a consequente reforma íntima.  Aprendemos que não basta o adicto conseguir chegar a abstinência (interrupção do uso), é necessário atingir a sobriedade, que é a interrupção do uso mais a reforma íntima.

VENHAM CONHECER!

Reunião toda Segunda – feira às 20:00 horas

Para dependentes e familiares